Dr. Marco Seferin

Dr. Marco Seferin Cirurgião de Cabeça e Pescoço | Cirurgia de Tireóide | Cirurgia de Glândula Salivar
(10)

Um fator de risco é algo que aumenta a probabilidade de uma doença surgir devido à exposição a fatores ambientais ou her...
05/07/2024

Um fator de risco é algo que aumenta a probabilidade de uma doença surgir devido à exposição a fatores ambientais ou hereditários. As primeiras manifestações da doença podem aparecer após muitos anos de exposição a esses fatores. Por exemplo, a exposição prolongada ao sol sem proteção adequada durante a infância pode causar câncer de pele na idade adulta.

Alguns dos fatores de risco mais comuns para os cânceres de cabeça e pescoço são:

• Tabagismo
• Consumo excessivo de álcool
• Infecção por HPV (Papilomavírus Humano)
• Excesso de gordura corporal
• Exposição ocupacional a certos elementos como pó de madeira, produtos químicos utilizados na metalurgia, petróleo, plásticos, indústrias têxteis e amianto

Procure orientação de um cirurgião de cabeça e pescoço se perceber algum desses sintomas.

Você sabia que a infecção pelo HPV (Papilomavírus Humano) é um importante fator de risco para o câncer de cabeça e pesco...
03/07/2024

Você sabia que a infecção pelo HPV (Papilomavírus Humano) é um importante fator de risco para o câncer de cabeça e pescoço?
Este vírus, transmitido sexualmente, pode causar câncer na região da orofaringe, que f**a logo atrás da boca. As áreas mais afetadas incluem a amígdala (mais frequentemente acometida por tumores de origem HPV), a base da língua e o palato mole.

A incidência desse tipo de câncer tem aumentado entre jovens de ambos os s**os, principalmente devido à prática de s**o oral desprotegido e ao envolvimento com múltiplos parceiros se***is.

Os principais sintomas são:
• Sensação de corpo estranho (espinho) na garganta
• Dificuldade para engolir
• Dificuldade para mastigar
• Dor na língua
• Mau hálito persistente
• Nódulo no pescoço

A vacina é uma das formas de prevenir a infecção por HPV, ela está disponível pelo SUS e é recomendada para meninas de 9 a 14 anos e meninos de 11 a 14 anos. Outras faixas etárias podem ter acesso às vacinas em serviços privados, conforme indicação médica.

O câncer de cabeça e pescoço é uma das principais causas de mortalidade por câncer no mundo. Além de comprometer a saúde...
01/07/2024

O câncer de cabeça e pescoço é uma das principais causas de mortalidade por câncer no mundo. Além de comprometer a saúde física dos pacientes, também afeta seu bem-estar emocional e social.
A detecção precoce é crucial para aumentar as chances de cura e diminuir os efeitos negativos da doença.

A campanha Julho Verde tem como objetivo aumentar a conscientização sobre o câncer de cabeça e pescoço e ressaltar a importância do diagnóstico precoce.

O período de recuperação após uma cirurgia na tireoide geralmente é tranquilo. Em média, os pacientes retornam para casa...
28/06/2024

O período de recuperação após uma cirurgia na tireoide geralmente é tranquilo. Em média, os pacientes retornam para casa no dia seguinte à operação.

Antes da alta, ou até mesmo antes da cirurgia, os pacientes recebem orientações sobre o uso de medicamentos para alívio da dor e reposição hormonal, quando necessário. Muitos pacientes acabam não precisando dos analgésicos prescritos, pois o pós-operatório não costuma ser doloroso. No entanto, como a sensibilidade à dor varia de pessoa para pessoa, é importante esclarecer todas as suas dúvidas com o cirurgião antes da internação.

Compartilhe conosco a sua experiência com o pós-operatório.

Você já ouviu falar em câncer genético e câncer hereditário? Esses são termos usados para descrever diferentes formas de...
26/06/2024

Você já ouviu falar em câncer genético e câncer hereditário? Esses são termos usados para descrever diferentes formas de câncer relacionadas a alterações no material genético de uma pessoa.

A maioria dos tumores malignos resulta de alterações genéticas adquiridas ao longo da vida. Essas alterações podem ser causadas por fatores ambientais, como exposição a substâncias carcinogênicas, ou por erros no processo de replicação do DNA. Embora as alterações genéticas adquiridas possam levar ao desenvolvimento de câncer, elas geralmente não são transmitidas para os filhos.

Por outro lado, o câncer hereditário é causado por alterações genéticas específ**as que podem ser transmitidas de geração em geração dentro de uma família. Essas alterações, conhecidas como mutações germinativas, estão presentes nas células reprodutivas de um indivíduo. As mutações germinativas podem aumentar o risco de uma pessoa desenvolver câncer ao longo da vida e podem ser passadas para os filhos.

O ultrassom é uma ferramenta importante para a avaliação da tireoide, principalmente para detectar e avaliar nódulos tir...
21/06/2024

O ultrassom é uma ferramenta importante para a avaliação da tireoide, principalmente para detectar e avaliar nódulos tireoidianos, fornecendo informações detalhadas sobre suas características como aumento da vascularização ou microcalcif**ações.

Ele também pode ser usado como guia durante a punção aspirativa por agulha fina (PAAF) e para avaliar linfonodos no pescoço que estejam aumentados ou tenham características suspeitas. Já em pacientes com histórico de nódulos tireoidianos ou câncer de tireoide, o ultrassom é uma ferramenta valiosa para monitorar e detectar recidivas precocemente.

O ultrassom desempenha um papel crucial no diagnóstico e no planejamento do tratamento, contribuindo para uma gestão mais precisa e personalizada dos distúrbios tireoidianos.

Gostou desse assunto? Compartilhe e deixe suas dúvidas aqui nos comentários.

É importante estar atento a certos sintomas que podem indicar a presença de câncer nas regiões da cabeça e do pescoço. A...
19/06/2024

É importante estar atento a certos sintomas que podem indicar a presença de câncer nas regiões da cabeça e do pescoço.

Alguns desses sintomas incluem: nódulo ou ferida na boca que não cicatriza, dor de garganta persistente, dor, incômodo ou dificuldade para engolir, e alterações na voz, como rouquidão que persiste por mais de 15 dias, especialmente em pacientes que consomem cigarro e álcool.

Se você apresentar algum desses sintomas, procure um cirurgião de cabeça e pescoço para te diagnosticar e, se necessário, orientar e conduzir o tratamento adequado.

Frequentemente, os sintomas do câncer de cabeça e pescoço podem se evidenciar por meio de manifestações que impactam os ...
17/06/2024

Frequentemente, os sintomas do câncer de cabeça e pescoço podem se evidenciar por meio de manifestações que impactam os olhos e os ouvidos. Sinais como visão embaçada, persistente dor ocular, olhos avermelhados, sensibilidade à luz, perda gradual da audição, zumbido nos ouvidos e a sensação de ouvido entupido são indicativos que podem sugerir a existência de um tumor nessa região. É crucial buscar a orientação de um médico otorrinolaringologista se você estiver experimentando tais sintomas.

Sim, existem outras formas de tratamento que podem ser recomendadas além da cirurgia.Uma opção é a ablação por radiofreq...
14/06/2024

Sim, existem outras formas de tratamento que podem ser recomendadas além da cirurgia.

Uma opção é a ablação por radiofrequência, um procedimento que visa eliminar as células do nódulo através de ondas de calor emitidas por uma agulha com um eletrodo na ponta. Embora seja um método seguro, nem todos os casos são elegíveis para esse tratamento.

Converse com seu médico para definirem juntos o melhor plano de ação com base no seu caso específico.

Minha parceira de vida!!! ❤️
12/06/2024

Minha parceira de vida!!! ❤️

Sim, a recidiva pode ocorrer semanas, meses ou anos após o tratamento do câncer, independentemente do método utilizado. ...
12/06/2024

Sim, a recidiva pode ocorrer semanas, meses ou anos após o tratamento do câncer, independentemente do método utilizado. Muitos fatores influenciam a possibilidade de retorno do câncer, incluindo a localização e o tipo do tumor primário, as características anatômicas e patológicas do paciente e suas condições clínicas.

Por isso, mesmo após um tratamento bem-sucedido, os pacientes devem fazer consultas e exames de rotina para monitorar a saúde e detectar possíveis recidivas. A frequência e a duração desse acompanhamento, assim como os exames necessários, variam conforme cada caso e devem ser definidos pelo médico responsável.

Procure sempre um profissional especializado para te acompanhar.

O bócio é um aumento dos tecidos da própria glândula tireoide. Quando essa glândula aumentada em tamanho, peso e volume ...
07/06/2024

O bócio é um aumento dos tecidos da própria glândula tireoide. Quando essa glândula aumentada em tamanho, peso e volume invade a cavidade torácica, total ou parcialmente, damos o nome de bócio mergulhante.

É uma condição de evolução lenta em cerca de 65% dos casos e que pode causar sintomas como dificuldade para respirar, dificuldade para engolir, sensação de pressão no pescoço ou tórax e, em alguns casos, pode ser assintomático. O tratamento pode incluir monitoramento regular ou cirurgia, dependendo da gravidade e dos sintomas apresentados.

Notou alguma diferença no pescoço? Procure auxílio médico e faça check-ups regularmente. Sua saúde é importante!

O hipertireoidismo traz diversos riscos à saúde, principalmente quando não for tratado da forma adequada. Isso inclui um...
05/06/2024

O hipertireoidismo traz diversos riscos à saúde, principalmente quando não for tratado da forma adequada.

Isso inclui uma ampla gama de sintomas físicos e psicológicos, como a taquicardia, que pode levar a complicações cardiovasculares. A dificuldade para dormir, o nervosismo e intolerância ao calor são fatores que podem impactar signif**ativamente a qualidade de vida do paciente.

A longo prazo, a falta de tratamento para o hipertireoidismo pode resultar em consequências mais graves, como a osteoporose, devido ao aumento do metabolismo. Em casos extremos, pode ocorrer a crise tireotóxica, uma emergência médica caracterizada por febre elevada, agitação, alterações no estado mental e insuficiência cardíaca, que requer assistência imediata.

Procure um profissional especializado e cuide da sua saúde!

A radioablação da tireoide é um procedimento desenvolvido para tratar nódulos tireoidianos e aliviar os sintomas causado...
03/06/2024

A radioablação da tireoide é um procedimento desenvolvido para tratar nódulos tireoidianos e aliviar os sintomas causados por eles. Porém, é crucial analisar cada caso individualmente, pois a aplicação desse método é recomendada para nódulos de tamanho considerável, que causam sintomas e que foram confirmados como benignos.
Os sintomas mais comuns relacionados aos nódulos tireoidianos incluem inchaço no pescoço, dificuldade para engolir, rouquidão e desconforto ou dor na região.

A radioablação da tireoide é uma técnica minimamente invasiva que tem como principal objetivo reduzir a frequência e a intensidade desses sintomas. Além disso, busca diminuir o tamanho do nódulo e prevenir seu crescimento futuro.

Quer saber mais sobre esse assunto? Deixe suas dúvidas aqui nos comentários.

Essa é uma dúvida comum no consultório, principalmente quando o paciente confirma o diagnóstico de nódulo tireoidiano.A ...
27/05/2024

Essa é uma dúvida comum no consultório, principalmente quando o paciente confirma o diagnóstico de nódulo tireoidiano.

A verdade é que a grande parte desses nódulos é benigna e requer uma avaliação minuciosa por um cirurgião especializado em cabeça e pescoço para determinar se há necessidade de manter um acompanhamento de rotina ou realizar algum tipo de procedimento.

Me conte aqui se você já sabia disso.

Diagnosticar os distúrbios da tireoide de forma precoce pode desempenhar um papel fundamental na gestão da sua saúde. Qu...
22/05/2024

Diagnosticar os distúrbios da tireoide de forma precoce pode desempenhar um papel fundamental na gestão da sua saúde. Quanto mais cedo detectarmos qualquer irregularidade, mais efetivo será o tratamento.

Em alguns casos, os sintomas iniciais podem passar despercebidos, mas é essencial estar atento a mudanças sutis. Manifestações como cansaço inexplicável, oscilações de humor, alterações no peso e dificuldades de concentração podem ser indicadores de que algo está acontecendo.

Além disso, é importante ressaltar que identif**ar e tratar o câncer de tireoide precocemente pode reduzir a necessidade de procedimentos mais invasivos, como cirurgias menores, e até mesmo evitar a radioiodoterapia.

Deixe suas dúvidas aqui nos comentários.

A detecção de um nódulo na tireoide pode acontecer de várias maneiras, seja durante um exame físico de rotina ou ao nota...
20/05/2024

A detecção de um nódulo na tireoide pode acontecer de várias maneiras, seja durante um exame físico de rotina ou ao notar sintomas específicos. Vamos falar sobre algumas abordagens comuns para identif**ar um nódulo na tireoide:

• Palpação do pescoço durante um exame físico.
• Sintomas perceptíveis como dificuldade para engolir, sensação de aperto ou pressão no pescoço, rouquidão persistente, tosse frequente sem causa aparente ou até mesmo um aumento perceptível no tamanho do pescoço.
• Exames de imagem como a ultrassonografia da tireoide, podem revelar a presença de nódulos, mesmo que sejam pequenos demais para serem detectados durante um exame físico.
• Exames de sangue para medir os níveis de hormônios tireoidianos podem ser realizados para avaliar a função da tireoide. Embora esses te**es não identifiquem diretamente os nódulos, podem fornecer informações importantes sobre o funcionamento geral da tireoide.

Se você suspeita de um nódulo na tireoide ou apresenta sintomas relacionados, é fundamental buscar orientação médica. Um médico especializado poderá conduzir uma avaliação completa e recomendar os exames necessários para confirmar o diagnóstico e determinar o melhor plano de tratamento, se necessário.

Antes de tudo, é importante sempre conversar com seu médico para acompanhar a saúde da sua tireoide, pois isso influenci...
03/05/2024

Antes de tudo, é importante sempre conversar com seu médico para acompanhar a saúde da sua tireoide, pois isso influencia o equilíbrio de várias outras funções corporais, já que a glândula regula o funcionamento de diversos órgãos. No entanto, é possível ter uma ideia de como sua tireoide está funcionando com apenas um espelho e um copo d’água. Quer saber como?

1. Segure o espelho e localize no seu pescoço a região logo abaixo do "pomo-de-adão”, também conhecida como "gogó”. Sua tireoide está situada ali, logo abaixo!
2. Incline a cabeça para trás para expor melhor o pescoço e focalize essa região no espelho.
3. Tome um gole de água.
4. Enquanto engole, observe a tireoide movendo-se para cima e para baixo. Veja se há algum aumento ou protuberância durante esse movimento.

Atenção: é importante diferenciar a tireoide do “gogó”! Repita o teste várias vezes para uma melhor compreensão.

Se notar qualquer alteração, consulte o cirurgião de cabeça e pescoço.

Maio, mês do Dia Internacional da Tireoide.E preparei um mês especial sobre o tema, então, se você tem alguma dúvida sob...
01/05/2024

Maio, mês do Dia Internacional da Tireoide.

E preparei um mês especial sobre o tema, então, se você tem alguma dúvida sobre o assunto, deixe aqui nos comentários.

Vamos iniciar falando sobre o que é, de fato, a tireoide e pra que ela serve.
A tireoide é uma glândula que regula a função de órgãos importantes como o coração, o cérebro, o fígado e os rins. Ela produz os hormônios T3 (triiodotironina) e T4 (tiroxina). Dessa forma, garante o equilíbrio do organismo. A glândula possui forma de borboleta (com dois lobos) e se localiza na parte anterior do pescoço, logo abaixo do Pomo de Adão.

Em relação a outros órgãos do corpo humano, a tireoide é relativamente pequena, mas é uma das maiores glândulas já que pode chegar a até 25 gramas em um adulto. Ela atua diretamente no crescimento e desenvolvimento de crianças e de adolescentes, na regulação dos ciclos menstruais, na fertilidade, no peso, na memória, na concentração, no humor e no controle emocional.

Quando a tireoide não funciona corretamente, pode liberar hormônios em quantidade insuficiente (hipotireoidismo) ou em excesso (hipertiroidismo). Nos dois casos, o volume da glândula aumenta, o que é conhecido como bócio. Esses problemas podem ocorrer em qualquer etapa da vida e são de simples de se diagnosticar.

Já sabemos que a ablação da tireoide tem um papel importante no tratamento de diferentes condições tireoidianas, mas voc...
26/04/2024

Já sabemos que a ablação da tireoide tem um papel importante no tratamento de diferentes condições tireoidianas, mas você sabe exatamente quais são esses benefícios?

• A ablação da tireoide é um procedimento minimamente invasivo, o que signif**a que não requer incisões cirúrgicas importantes, reduzindo signif**ativamente o tempo de recuperação e os riscos associados à cirurgia convencional da tireoide.
• Ela é frequentemente utilizada como uma opção de tratamento para nódulos tireoidianos benignos que causam sintomas ou preocupações estéticas, evitando a necessidade de cirurgia.
• Para pacientes com contraindicações para cirurgia, como problemas de saúde subjacentes, a ablação da tireoide pode ser uma alternativa viável e segura.
• Estudos mostraram que a ablação da tireoide é ef**az na redução do tamanho dos nódulos tireoidianos benignos e no alívio dos sintomas associados, como dificuldade para engolir ou respirar.
• Comparada à cirurgia tradicional da tireoide, a ablação geralmente apresenta uma taxa menor de complicações, como danos aos nervos ou às glândulas paratireoides.
• A maioria dos pacientes se recupera rapidamente e pode retomar suas atividades normais em poucos dias, com mínima ou nenhuma dor.
• Além do tratamento de nódulos benignos, a ablação da tireoide também pode ser usada como parte do tratamento de pequenos cânceres de tireoide ou tumores recorrentes, em combinação com outras modalidades terapêuticas.

Após o procedimento, os pacientes geralmente mantêm o acompanhamento regular para avaliar a eficácia do tratamento e monitorar quaisquer alterações nos nódulos remanescentes.

Ficou com dúvidas? Deixe aqui nos comentários!

Essa é uma pergunta comum dentro do consultório, já que ao ouvir a palavra “benigno”, a maioria dos pacientes acredita q...
24/04/2024

Essa é uma pergunta comum dentro do consultório, já que ao ouvir a palavra “benigno”, a maioria dos pacientes acredita que não é necessário manter um acompanhamento periódico.

Vou citar algumas das razões de manter o acompanhamento de um nódulo benigno da tireoide:

1. Nódulos que aumentam mais de 20% em um ano precisam de uma avaliação cuidadosa. Só podemos detectar esse crescimento através do acompanhamento com ultrassonografia.
2. Se características suspeitas surgem (como áreas hiperecogênicas, por exemplo), isso altera a pontuação de TIRADS e pode levar à recomendação de biópsia.
3. A tireoide é um órgão dinâmico, é possível que novos nódulos apareçam e precisem ser avaliados em exames de acompanhamento. Por isso, é importante guardar os resultados dos exames anteriores para comparação.
4. Quanto menos vezes perfurarmos a tireoide, melhor. No entanto, é válido lembrar que nódulos benignos podem ser biopsiados novamente para autorizar o tratamento com ablação por radiofrequência (a maioria dos protocolos exige duas biópsias benignas).

Compartilhe suas dúvidas nos comentários!

Microcalcif**ações em nódulos da tireoide são pequenos depósitos de cálcio que aparecem como pontos brancos ou manchas c...
19/04/2024

Microcalcif**ações em nódulos da tireoide são pequenos depósitos de cálcio que aparecem como pontos brancos ou manchas claras nas imagens de ultrassom ou tomografia computadorizada da tireoide.

A presença de microcalcif**ações em um nódulo da tireoide pode ser um sinal de alerta para os médicos, pois essas calcif**ações estão mais associadas a nódulos malignos do que a nódulos benignos. No entanto, é importante notar que nem todos os nódulos com microcalcif**ações são cancerígenos, e muitos nódulos benignos também podem apresentar esse achado.

A importância clínica das microcalcif**ações em nódulos da tireoide depende de vários fatores, incluindo o tamanho e a morfologia do nódulo, a presença de outros sinais de malignidade, como margens irregulares, vascularidade aumentada, entre outros, bem como fatores de risco do paciente e resultados de exames adicionais, como biópsia por aspiração com agulha fina (BAAF).

Em geral, o médico pode recomendar uma BAAF para obter uma amostra das células do nódulo para análise patológica e com base nos resultados e em outros fatores de avaliação, o médico pode determinar se a remoção cirúrgica do nódulo é necessária ou se manter um acompanhamento regular é suficiente.

**açoes

Sim, existem algumas diferenças entre homens e mulheres em relação ao câncer de tireoide.• Incidência: Estudos mostram q...
17/04/2024

Sim, existem algumas diferenças entre homens e mulheres em relação ao câncer de tireoide.

• Incidência: Estudos mostram que as mulheres têm uma incidência de câncer de tireoide signif**ativamente maior do que os homens.
• Idade de diagnóstico: Embora o câncer de tireoide possa ocorrer em qualquer idade, as mulheres tendem a ser diagnosticadas em uma faixa etária mais jovem do que os homens.
• Tipo de câncer de tireoide: Há uma diferença na prevalência de diferentes tipos de câncer de tireoide entre homens e mulheres. Por exemplo, o carcinoma papilífero da tireoide é o tipo mais comum de câncer de tireoide em ambos os s**os, mas é mais predominante em mulheres.
• Prognóstico: O prognóstico do câncer de tireoide pode ser influenciado por vários fatores, incluindo o s**o do paciente. Estudos mostram que o prognóstico pode ser ligeiramente melhor para as mulheres em comparação com os homens em determinadas situações.

Você já sabia disso? Me conta aqui nos comentários.

A avaliação da função tireoidiana geralmente envolve uma combinação de exames clínicos, exames de sangue e, às vezes, ou...
12/04/2024

A avaliação da função tireoidiana geralmente envolve uma combinação de exames clínicos, exames de sangue e, às vezes, outros te**es específicos.

• Primeiro o médico deve avaliar detalhadamente a história clínica do paciente, incluindo sintomas relacionados à tireoide. Além disso, também pode ser realizado um exame físico para verif**ar se há sinais de distúrbios tireoidianos.
• O médico pode solicitar alguns exames específicos como os te**es de hormônios tireoidianos, para verif**ar os níveis de TSH, T3 e T4. Caso haja a suspeita de distúrbios autoimunes da tireoide, podem ser realizados exames para verif**ar a presença de anticorpos antitireoidianos.
• Apesar de não serem mais tão comuns na prática clínica, ainda é possível realizar te**es de captação de iodo radioativo para avaliar a função da tireoide e a captação de iodo pela mesma.
• Embora seja usada para avaliar a anatomia e estrutura da tireoide e a presença de nódulos, a ultrassonografia também pode ajudar a identif**ar alterações na textura ou vascularização que podem estar relacionadas a distúrbios tireoidianos.

É importante que a interpretação dos resultados dos exames seja feita por um médico especializado, que poderá considerar o quadro clínico completo do paciente ao fazer o diagnóstico e determinar o tratamento adequado.

A ablação por radiofrequência geralmente não é um tratamento quando lidamos com nódulos tireoidianos malignos.Nesses cas...
10/04/2024

A ablação por radiofrequência geralmente não é um tratamento quando lidamos com nódulos tireoidianos malignos.

Nesses casos o tratamento padrão é a cirurgia, seguida muitas vezes de terapias adicionais como a radioterapia ou terapia com iodo radioativo. A ablação é mais frequentemente utilizada para nódulos benignos ou lesões tireoidianas que causam sintomas, como compressão dos tecidos circundantes.

Cada caso é único e deve ser avaliado individualmente pelo cirurgião de cabeça e pescoço, que considerará fatores como o tamanho e a localização do nódulo, o tipo de câncer tireoidiano presente, bem como o estado geral de saúde do paciente, para determinar o melhor plano de tratamento.

A resposta é: nem sempre!Os nódulos representam alterações na estrutura da tireoide, enquanto o hipotireoidismo e o hipe...
05/04/2024

A resposta é: nem sempre!

Os nódulos representam alterações na estrutura da tireoide, enquanto o hipotireoidismo e o hipertireoidismo são distúrbios relacionados à função da glândula. Na maioria dos casos, esses problemas não estão diretamente ligados um ao outro.

Há duas situações em que essas condições podem ocorrer simultaneamente: bócio uninodular tóxico e bócio multinodular tóxico. Nestes casos, um ou mais nódulos tornam-se autônomos, produzindo hormônios tireoidianos e resultando em hipertireoidismo.

É importante lembrar que as causas mais comuns tanto do hipotireoidismo quanto do hipertireoidismo são de origem autoimune.

Um nódulo tireoidiano pode ser considerado grande quando tem um tamanho signif**ativo em relação ao tamanho normal da gl...
03/04/2024

Um nódulo tireoidiano pode ser considerado grande quando tem um tamanho signif**ativo em relação ao tamanho normal da glândula tireoide ou quando é visivelmente proeminente ou palpável durante um exame físico.

Não há um tamanho específico universalmente definido para caracterizar um nódulo como "grande", pois isso pode variar dependendo do critério clínico adotado e das características individuais do paciente.

No entanto, geralmente, quando esse nódulo tem mais de 1 cm de diâmetro ele é considerado digno de investigação mais aprofundada, especialmente se estiver associado a sintomas ou indicadores de preocupação, como crescimento rápido, alterações na voz, dificuldade para engolir ou rouquidão.

O diagnóstico e tratamento de nódulos tireoidianos devem ser realizados por profissionais especializados.

Absolutamente não!!! O que realmente importa é a avaliação individual de cada nódulo.As características de cada nódulo n...
27/03/2024

Absolutamente não!!! O que realmente importa é a avaliação individual de cada nódulo.

As características de cada nódulo no ultrassom determinarão se ele apresenta maior ou menor risco de ser maligno, e consequentemente se é necessário prosseguir com a investigação ou não. No entanto, é importante lembrar que apenas 5% dos nódulos são malignos!

Em caso de dúvida, sempre busque orientação de um especialista!

Existem diversas situações em que pode ser recomendada a reposição dos hormônios tireoidianos, mas a principal é para tr...
22/03/2024

Existem diversas situações em que pode ser recomendada a reposição dos hormônios tireoidianos, mas a principal é para tratar distúrbios da tireoide como o hipotireoidismo.

Outros casos em que a reposição é necessária são:
• Quando é necessário remover parcial ou totalmente a tireoide (tireoidectomia).
• Em alguns casos de câncer de tireoide, pode ser necessário administrar hormônios após a cirurgia para suprimir a produção de hormônio tireoidiano e prevenir a recorrência do câncer.
• Se nódulos tireoidianos não cancerígenos causarem hipertireoidismo, os medicamentos antitireoidianos podem ser prescritos para normalizar os níveis hormonais.

É importante seguir as orientações médicas e toma-los exatamente como prescrito, pois o excesso ou a falta desses hormônios podem causar problemas de saúde. Além disso, é essencial realizar exames de acompanhamento regularmente para monitorar os níveis hormonais e ajustar a dosagem conforme necessário.

A punção de nódulos na tireoide, também conhecida como punção aspirativa por agulha fina (PAAF), é um procedimento utili...
20/03/2024

A punção de nódulos na tireoide, também conhecida como punção aspirativa por agulha fina (PAAF), é um procedimento utilizado para determinar a natureza benigna ou maligna de um nódulo na tireoide. A decisão de realizar este exame é baseada principalmente nas características do nódulo, sendo a ultrassonografia de tireoide o melhor método de avaliação.

Alguns aspectos cruciais a serem considerados incluem:
• A composição do nódulo: nódulos sólidos geralmente apresentam um risco maior do que nódulos sólido-císticos.
• A ecogenicidade: nódulos mais escuros (hipoecogênicos) são mais preocupantes do que nódulos isoecogênicos ou hiperecogênicos.
• O formato: nódulos mais verticalizados são mais suspeitos do que aqueles paralelos à pele.
• As bordas: nódulos com contornos lobulados ou irregulares têm maior risco em comparação com nódulos com margens regulares.
• Presença de focos de calcif**ação, especialmente microcalcif**ações.
• Outros aspectos como tamanho, localização do nódulo e presença de linfonodos suspeitos também são relevantes.

Além disso, é importante levar em consideração o comportamento do nódulo ao longo do tempo, a função da tireoide, a idade do paciente e fatores de risco adicionais.

Endereço

Rua Bento Gonçalves, 801 Consultório 308
Lajeado, RS
95900026

Horário de Funcionamento

Segunda-feira 08:00 - 18:00
Terça-feira 08:00 - 18:00
Quarta-feira 08:00 - 18:00
Quinta-feira 08:00 - 18:00
Sexta-feira 08:00 - 18:00

Telefone

+555130110909

Notificações

Seja o primeiro recebendo as novidades e nos deixe lhe enviar um e-mail quando Dr. Marco Seferin posta notícias e promoções. Seu endereço de e-mail não será usado com qualquer outro objetivo, e pode cancelar a inscrição em qualquer momento.

Entre Em Contato Com A Prática

Envie uma mensagem para Dr. Marco Seferin:

Vídeos

Compartilhar

Categoria

Consultórios nas proximidades


Outra consultórios em Lajeado

Mostrar Tudo

Você pode gostar