Maria Elvira Melo Vieira - Psicóloga

Maria Elvira Melo Vieira - Psicóloga Informações para nos contatar, mapa e direções, formulário para nos contatar, horário de funcionamento, serviços, classificações, fotos, vídeos e anúncios de Maria Elvira Melo Vieira - Psicóloga, Psicólogo/a, Atendimento On-Line para todas as cidades do, São Paulo.

• Curso Superior: Instituto de Psicologia da Universidade de São Paulo.
• Pós-graduação: Mestrado em Psicologia Social pelo Instituto de Psicologia da Universidade de São Paulo
• Formação em Psicanálise

Quando uma celebridade  fala abertamente sobre sua experiência com ansiedade em um programa de grande audiência, isso po...
12/09/2023

Quando uma celebridade fala abertamente sobre sua experiência com ansiedade em um programa de grande audiência, isso pode destacar alguns pontos importantes:
1. Conscientização: Ao falar sobre sua própria ansiedade, celebridades podem aumentar a conscientização sobre a importância da saúde mental e mostrar que ninguém está imune a esses desafios.
2. Redução do Estigma: A ansiedade é um problema comum, e quando figuras públicas a abordam, isso ajuda a reduzir o estigma associado aos distúrbios mentais.
3. Encorajamento para Buscar Ajuda: O testemunho de uma pessoa famosa sobre sua própria experiência pode encorajar outras pessoas que enfrentam ansiedade a procurar ajuda profissional.
4. Compartilhamento de Estratégias de Enfrentamento: Celebridades podem compartilhar as estratégias que usaram para lidar com a ansiedade, o que pode ser valioso para os espectadores que estão passando por situações semelhantes.
5. Inspirar Empatia e Compreensão: O relato de uma pessoa famosa sobre sua ansiedade pode inspirar empatia e compreensão em relação às lutas que muitos enfrentam.

Acesse meu site clicando no link da *Bio*.

01/09/2023
A psicoterapia analítica, baseada na psicanálise de Freud, pode ajudar no manejo da baixa autoestima:1. Raízes profundas...
30/08/2023

A psicoterapia analítica, baseada na psicanálise de Freud, pode ajudar no manejo da baixa autoestima:

1. Raízes profundas: Explora a origem dos sentimentos negativos, considerando experiências passadas, traumas e relações familiares que moldaram a autoimagem.
2. Autoconhecimento seguro: Através da terapia, os pacientes exploram pensamentos e emoções, identificando padrões negativos de pensamento para se entenderem melhor.
3. Processamento emocional: Oferece espaço para expressar e processar emoções reprimidas, incluindo sentimentos de inadequação e autocrítica ligados à baixa autoestima.
4. Narrativa positiva: Ajuda a reconstruir uma narrativa pessoal positiva e realista, reinterpretando eventos passados com compreensão compassiva.

É importante notar que a psicoterapia analítica é um processo gradual e profundo, que exige tempo, comprometimento e reflexão.

Acesse meu site clicando no link da *Bio*.

Detectar a baixa autoestima em si mesmo ou em outras pessoas pode ser importante para buscar ajuda e suporte. Aqui estão...
28/08/2023

Detectar a baixa autoestima em si mesmo ou em outras pessoas pode ser importante para buscar ajuda e suporte. Aqui estão cinco formas de identificar possíveis sinais de baixa autoestima:

1. Autocrítica constante: Pessoas com baixa autoestima tendem a se criticar excessivamente. Elas podem focar principalmente em suas falhas e defeitos, ignorando suas qualidades e conquistas.

2. Falta de confiança: Indivíduos com baixa autoestima frequentemente têm dificuldade em confiar em suas próprias decisões e opiniões. Eles podem se sentir incapazes de enfrentar desafios ou tomar iniciativas.

3. Comparação negativa: Pessoas com baixa autoestima comparam-se constantemente com os outros de maneira desfavorável. Elas podem acreditar que os outros são melhores, mais inteligentes ou mais bem-sucedidos, resultando em sentimentos de inferioridade.

4. Isolamento social: A baixa autoestima pode levar ao isolamento. A pessoa pode evitar interações sociais por medo de ser rejeitada ou acreditar que não é interessante o suficiente para os outros.

5. Necessidade excessiva de aprovação: Indivíduos com baixa autoestima frequentemente buscam validação dos outros para se sentirem bem consigo mesmos. Eles podem evitar tomar decisões por conta própria e baseiam sua autoavaliação na opinião alheia.

É importante lembrar que esses sinais podem variar de pessoa para pessoa e podem ser influenciados por diversos fatores. Caso você ou alguém que você conheça apresente vários desses sinais e a baixa autoestima esteja impactando negativamente a qualidade de vida, considerar buscar ajuda de um profissional de saúde mental pode ser uma abordagem positiva para trabalhar essas questões.

Acesse meu site clicando no link da *Bio*.

25/08/2023
A psicoterapia analítica, conhecida como psicanálise, baseia-se em teorias de Freud e é utilizada no tratamento do Trans...
18/08/2023

A psicoterapia analítica, conhecida como psicanálise, baseia-se em teorias de Freud e é utilizada no tratamento do Transtorno Afetivo Bipolar (TAB), frequentemente em conjunto com medicação. Objetiva explorar emoções, pensamentos inconscientes, padrões de relacionamento e conflitos internos ligados ao TAB. Envolve:

Acesso ao inconsciente: Busca explorar memórias, sonhos e fantasias para compreender sua relação com os sintomas bipolares.

Identificação de padrões: Analisa pensamentos e comportamentos recorrentes ligados a ciclos de mania e depressão, com foco em experiências de vida e reações emocionais.

Relação terapêutica: A interação terapeuta-paciente é central, proporcionando um espaço seguro para explorar emoções e traumas, refletindo dinâmicas relacionais cotidianas.

Consciência e autoconhecimento: Visa aumentar a compreensão dos processos mentais inconscientes e gatilhos emocionais, capacitando o paciente a lidar melhor com os sintomas.

Integração: Ajuda a reconciliar partes conflitantes da personalidade, contribuindo para estabilizar as oscilações de humor.

É uma abordagem de longo prazo, geralmente complementada por tratamento farmacológico. A escolha terapêutica é colaborativa, considerando necessidades individuais, sintomas e preferências do paciente.

O Transtorno Afetivo Bipolar (TAB), também conhecido como transtorno bipolar do humor, é uma condição psiquiátrica carac...
16/08/2023

O Transtorno Afetivo Bipolar (TAB), também conhecido como transtorno bipolar do humor, é uma condição psiquiátrica caracterizada por oscilações extremas e recorrentes no humor, que vão desde episódios de elevação intensa do humor (mania ou hipomania) até episódios de depressão profunda. Essas mudanças de humor são mais intensas do que as flutuações emocionais normais e podem ter um impacto significativo na vida diária, nos relacionamentos e no funcionamento geral da pessoa.

Existem dois tipos principais de episódios no transtorno bipolar:

Episódios Maníacos: Durante esses episódios, a pessoa experimenta uma elevação anormal do humor, que pode se manifestar como uma sensação de euforia, excesso de energia, aumento da atividade física e mental, pensamentos rápidos e agitação. A pessoa pode se envolver em comportamentos de risco, gastar dinheiro de maneira impulsiva, ter um julgamento prejudicado e ter dificuldade em perceber os riscos associados a suas ações.

Episódios Depressivos: Durante esses episódios, a pessoa enfrenta uma profunda tristeza, desesperança, falta de interesse em atividades que normalmente seriam prazerosas, fadiga, baixa energia, distúrbios do sono e do apetite, além de dificuldade de concentração. Esses sintomas são semelhantes aos da depressão major.

Além desses episódios, também existe o transtorno bipolar tipo II, que é caracterizado por episódios de depressão mais intensos e pelo menos um episódio de hipomania (uma forma mais leve de mania) na história da pessoa.

O transtorno bipolar é uma condição crônica e recorrente, e seu tratamento geralmente envolve uma combinação de psicoterapia (terapia conversacional) e medicamentos estabilizadores do humor, como estabilizadores do humor, antipsicóticos atípicos e antidepressivos. O diagnóstico e tratamento devem ser realizados por profissionais de saúde mental, como psiquiatras e psicólogos, após uma avaliação completa da história clínica e dos sintomas da pessoa.

Hoje é o dia do Tó!!!! Parabéns Toninho!!!! Muuuuuuitas felicidades e alegrias!!!! Beijos 💋
04/06/2023

Hoje é o dia do Tó!!!! Parabéns Toninho!!!! Muuuuuuitas felicidades e alegrias!!!! Beijos 💋

Olá. És por aqui para dizer que reorganizei minha agenda.Tenho alguns horários disponíveis. Abaixo segue o link do meu s...
04/06/2023

Olá.
És por aqui para dizer que reorganizei minha agenda.

Tenho alguns horários disponíveis.

Abaixo segue o link do meu site.

Visite a minha página.

https://elvirapsicoterapia.com/

Olá. Passando por aqui para dizer que reorganizei minha agenda.Tenho alguns horários disponíveis. Abaixo segue o link do...
03/06/2023

Olá.
Passando por aqui para dizer que reorganizei minha agenda.

Tenho alguns horários disponíveis.

Abaixo segue o link do meu site.

Visite a minha página.

https://elvirapsicoterapia.com/

20/05/2023

Uma amiga

Ela
No frio de maio
Passou por nossa casa
Conversa tranquila
Nos trouxe paz à noite
Ficamos com uma
energia boa
e com vontade de quero mais.

Maria Elvira
SP 13/05/2023

Os Transtornos de Personalidade são um grupo de doenças mentais em que os traços emocionais e comportamentais de uma pes...
13/06/2022

Os Transtornos de Personalidade são um grupo de doenças mentais em que os traços emocionais e comportamentais de uma pessoa são mal ajustados.
Mas o que exatamente é um traço de personalidade? É simplesmente um aspecto duradouro do comportamento de uma pessoa. Por exemplo: sua tendência à sociabilidade ou ao isolamento, à desconfiança ou à confiança nos outros, e assim por diante.

Um transtorno é diagnosticado quando esses traços de personalidade apresentam um “desvio” significativo em relação aos outros e são muito inflexíveis, prejudicando a adaptação da pessoa a situações do dia-a-dia e causando sofrimento e incômodo em seus relacionamentos pessoais e outras áreas de sua vida. Hoje, existem diversos TP identificados.

COMO A PSICOTERAPIA PODE AJUDAR?
O padrão ouro para o tratamento de transtornos de personalidade é psicoterapia. Tanto psicoterapia individual como em grupo são eficazes para muitos desses transtornos se o paciente estiver buscando tratamento e estiver motivado a mudar.

O terapeuta oferece estratégias para ajudar a pessoa a sair de situações ou relacionamentos extremamente angustiantes (uma terapia denominada apoio psicossocial). Essas estratégias podem incluir cuidado e apoio por pessoas da família, amigos, vizinhos, profissionais de saúde ou outras pessoas.

Tipicamente, transtornos de personalidade não são muito responsivos a fármacos, embora alguns fármacos possam ser eficazes para sintomas específicos (p. ex., depressão, ansiedade).

Agende uma sessão e dê o primeiro passo no auto-cuidado. A sua saúde mental importa, os seus sentimentos e emoções precisam ser levados a sério. Conte comigo para te auxiliar.

Maria Elvira
CRP 06/6212
Psicóloga Clinica


A síndrome do pânico consiste em ataques de pânico recorrentes que causam uma preocupação excessiva com ataques futuros ...
06/06/2022

A síndrome do pânico consiste em ataques de pânico recorrentes que causam uma preocupação excessiva com ataques futuros e/ou modificações de comportamento para evitar situações que poderiam desencadear um ataque.

Um ataque de pânico é um período breve em que a pessoa sente angústia, ansiedade ou medo extremos, que têm início súbito e são acompanhados por sintomas físicos e/ou emocionais.

Um ataque de pânico implica no surgimento súbito de medo ou desconforto intensos e no mínimo em quatro dos seguintes sintomas físicos e emocionais:
• Dor ou desconforto no tórax
• Uma sensação de engasgo
• Vertigens, instabilidade postural ou desmaios
• Medo de morrer
• Medo de enlouquecer ou de perder o controle
• Sensações de irrealidade, estranhamento ou distanciamento do meio em que vive
• Agitação ou arrepios
• Náuseas, dores gástricas ou diarreia
• Sensação de dormência ou formigamento
• Palpitações ou frequência cardíaca acelerada
• Falta de ar ou sensação de asfixia
• Sudorese
• Tremores ou espasmos
Com frequência as pessoas que tem síndrome do pânico tem a impressão que estão com um problema no coração. Porém, quando fazem exames clínicos, os médicos geralmente não detectam nenhum problema no coração.

Nesses casos é importante fazer exames com o cardiologista para verificar se os sintomas tem fundamento físico. Quando não forem comprovados motivos físicos será necessário manter um tratamento com um médico psiquiatra, simultaneamente à psicoterapia. A medicação prescrita pelo psiquiatra funciona como um facilitador inicial e colabora para o desenvolvimento da psicoterapia.

Busca-se, na terapia, a diminuição da intensidade da ansiedade e a percepção e conhecimento das situações geradoras de tensão tanto do presente como do passado.

Muitas pessoas com síndrome do pânico também têm sintomas de depressão.
Agende uma sessão e dê o primeiro passo no auto-cuidado. A sua saúde mental importa, os seus sentimentos e emoções precisam ser levados a sério. Conte comigo para te auxiliar.

Maria Elvira
CRP 06/6212
Psicóloga Clinica


23/05/2022

Transtorno Afetivo Bipolar do Humor

Considera-se que a causa predominante sejam fatores hereditários, associados a fatores ambientais .
O quadro de transtorno bipolar de humor pode variar entre leve, moderado ou grave.

A pessoa que sofre de transtorno afetivo bipolar de humor alterna o seu comportamento entre dois polos: hipomania (aceleração) e depressão.
O humor da pessoa que tem esse transtorno, durante a fase de hipomania, está relacionado à uma maior energia física e mental e a um maior nível de sensibilidade à alegria.

Em outro momento, devido à oscilação de humor característica da pessoa que tem este quadro clínico, ocorre uma baixa no humor e uma diminuição da energia e da energia mental, a depressão.

De modo geral o diagnóstico é realizado por um médico psiquiatra em uma consulta clínica levantando o histórico do paciente. Mas não é incomum o paciente chegar primeiramente para uma consulta com uma psicóloga. Ele não sabe o que tem e acredita que com a ajuda de uma psicóloga será suficiente.
Transtorno bipolar não tem cura, mas pode ser controlado e a pessoa pode chegar a ter uma vida normal e de boa qualidade. O tratamento inclui o uso de medicamentos, psicoterapia e mudanças no estilo de vida.

Se você se identificou com os elementos descritos acima, ou se você já foi diagnosticado e compreendeu a importância do atendimento psicológico entre em contato. Link na Bio.

Entenda como identificar, diagnosticar e tratar o transtorno bipolar. Consulte um psicólogo.

Leia o artigo na integra em https://elvirapsicoterapia.com/transtorno-afetivo-bipolar-do-humor/

Endereço

Atendimento On-Line Para Todas As Cidades Do
São Paulo, SP

Horário de Funcionamento

Terça-feira 17:00 - 21:00
Quarta-feira 17:00 - 21:00
Quinta-feira 17:00 - 21:00
Sexta-feira 17:00 - 21:00
Sábado 11:00 - 17:00

Notificações

Seja o primeiro recebendo as novidades e nos deixe lhe enviar um e-mail quando Maria Elvira Melo Vieira - Psicóloga posta notícias e promoções. Seu endereço de e-mail não será usado com qualquer outro objetivo, e pode cancelar a inscrição em qualquer momento.

Entre Em Contato Com O Negócio

Envie uma mensagem para Maria Elvira Melo Vieira - Psicóloga:

Vídeos

Compartilhar

Consultórios nas proximidades


Outra consultórios em São Paulo

Mostrar Tudo

Você pode gostar