Terapias Moleculares

Está página foi criada para vocês terem acesso à Workshops nesta área de saúde.

Hoje para começar bem a semana, vamos falar da dieta de índice inflamatório, já ouviram falar nesta dieta? É sensacional, analisando está dieta conseguimos entender, porque as pessoas estão muito doentes, pois a base de qualquer doença é inflamação, a cientista que a desenvolveu analisou, basicamente dois nutrientes, o carboidrato e a relação nos alimentos de ômega 3 e ômega 6, pois o que controla a nossa produção de hormônios, inclusive os hormônios chamados eicosanoides são os alimentos que ingerimos. Nesta dieta quanto mais positivo o alimento, menos inflamatório ele é e quanto mais negativo, mais inflamatório será. Abacate +88, alho +4055, portanto os dois exemplos são menos inflamatórios, daí vc poder usar com mais liberdade. Consultas Watsapp (+55 11 98519-9608) site www.envelhercomqualidade.com

[07/17/17]   Bom dia, em virtude da divulgação não ter alcançado público suficiente para o evento, o evento proposto está suspenso até segunda ordem, o nosso muito obrigado pela atenção, mas vcs precisam prestar mais atenção nestas terapias, pois elas serão o presente é o futuro no tratamento de doenças, prevenção das mesmas e preditiva, evitando doenças que poderão ser detectadas para o futuro.

As terapias Moleculares, TB estão ligadas a natureza, daí TB curarem doenças graves, como o câncer

O convite do 1 Workshop de Terapias Moleculares, as inscrições estão abertas, aguardamos a todos.

Timeline Photos

A luz azul: o que faz bem e o que faz mal
De quanta luz azul precisamos? E como e quando devemos nos proteger contra ela?
02/04/2015 por MELHOR VISÃO Óculos de sol, ZEISS News, Lentes para óculos, Prevenção Sua lente individualizada ZEISS
Está surgindo um debate sobre os efeitos benéficos e prejudiciais da luz azul. De um lado, a luz azul pode ajudar a combater a depressão de inverno e a insônia. De outro, ela pode causar lesões permanentes no olho humano. Qual é a questão com a luz azul? E o que mudou no que diz respeito à luz artificial que usamos todos os dias? Por que nossos organismos precisam dos efeitos biológicos desse comprimento de onda? E como e quando devemos nos proteger contra os possíveis efeitos prejudiciais da luz azul? Leia para obter mais informações sobre o que faz bem e o que faz mal em relação à luz azul.
O espectro visível
A luz que alcança o olho humano e o penetra se divide em luz visível, composta por comprimentos de onda de cerca de 390 nm a 780 nm, e espectro não visível, que inclui a luz da faixa ultravioleta (luz UV) e infravermelha (luz IV).
Já há algum tempo, os especialistas estão cientes de que a luz UV pode causar lesões a tecidos biológicos, como a pele e os olhos, e as pessoas em geral usam meios adequados de proteção solar para evitar esse problema. Contudo, a luz azul violeta também pode causar lesões, especialmente em nossos olhos. A luz azul violeta pode ter menos energia que a ultravioleta, mas, diferentemente da luz UV – que, em sua maior parte, é absorvida pela parte anterior do olho –, a luz azul alcança até a retina.

O componente de luz na faixa azul violeta entre 390 e 50 nm é conhecido como luz visível de alta energia (HEV, na sigla em inglês). Os comprimentos de onda de 390 a 400 nm são considerados particularmente críticos e foram implicados como uma das possíveis causas da fotorretinite, que envolve lesões à retina causadas pela incidência de luz de alta energia.

Aspectos benéficos da luz azul
Estudos científicos demonstraram que a luz tem um efeito benéfico sobre o nosso organismo, ajudando, entre outras coisas, a regular o equilíbrio hormonal. O hormônio melatonina desempenha um papel significativo na regulação do ciclo sono/vigília, e a luz azul da qual precisamos para esse processo é, em sua maior parte, absorvida pelos olhos. Outro fator importante nesse processo é um pigmento que absorve luz no olho chamado melanopsina, que, conforme se demonstrou, é mais ativo na porção de comprimento de ondas curtas do espectro visível. Isso significa que a luz azul que alcança nossa retina também desempenha uma função em nosso bem-estar psíquico. É por isso que a fototerapia é usada para tratar a depressão de inverno e a insônia.
A luz UV também está envolvida na produção de vitaminas, o que significa que a estimulação com luz tem um efeito importante sobre nosso metabolismo. Em resumo, nosso corpo precisa da luz azul.
Para dar um exemplo concreto, muitas pessoas conhecem o conceito de insônia associada à idade, que está relacionado ao fato de que os idosos parecem precisar de menos sono. A luz que alcança o olho humano parece desempenhar um papel relevante nesse fenômeno. A catarata, que muitas vezes afeta os idosos, impede que parte da luz azul atinja a retina – e as lentes intraoculares usadas para tratar pacientes com catarata também têm o efeito de bloquear a luz azul. Isso pode perturbar o ritmo dia/noite desses pacientes e altera a quantidade de sono de que eles precisam.
Mas, como em muitos outros casos, a regra que se aplica aqui é “tudo com moderação”.
Efeitos prejudiciais da luz azul
Excesso de luz nas faixas ultravioleta e azul violeta pode causar lesões no olho humano. Além de causar inflamação dolorosa da conjuntiva e da córnea, ela pode produzir lesões no cristalino do olho (p. ex.: catarata) e, sobretudo, na retina (degeneração macular).
É por isso que é tão importante usar óculos de sol com 100% de proteção UV sob o sol forte, especialmente em situações onde há muito ofuscamento, como na água ou em montanhas de neve.

Por motivo de organização, estamos mudando a data do Workshop para 19/08/17, obrigado, o local será o mesmo.
Bom dia, estamos fazendo uma promoção, do 1 Workshop de Terapias Moleculares, às inscrições estão mantidas no Valor de 300,00 até o dia 20/07/17, não percam esta oportunidade, inscrevam-se já. Vocês estão cuidando bem de sua saúde? Então é a hora de resolver isto, mãos à obra.

As inscrições são abertas ao público interessado, do Workshop Terapias Moleculares , serão feitas a partir do dia 15/03/17, valor:

1-R$300,00(trezentos reais), até o dia 20/07/17. A partir desta data,

2-R$400,00(quatrocentos reais), até o dia 15/08/17

3-R$500,00(quinhentos reais), inscrições de 16/08/17 até o evento, no dia 19/08/17(sábado).

# Vagas Limitadas(200)

Ps-nos 3 dias que antecede o Workshop (16/08, 17/08 e 18/08), estará disponível o exame de Biorressonancia, (em uma sala do Hotel em que ocorrerá o evento), o qual mede frequências, para ser analisado por um softer, o qual faz parte do programa de Biologia Molecular. O exame o investimento no evento será de R$1.100,00(um mil e cem reais), o qual pode ser pago junto com a sua inscrição. Ao fazê-los, favor mandar por e-mail( [email protected] ), o comprovante de pagamento.
(Patrocinador Ouro do Evento, Laboratório🔬 Beneficente de Belém).

Conta para depósito:
Dr. Irineu V Pantoja Jr
CPF 115.986.892-15
Bco Itaú
Ag. 3744
Conta poupança 23.475-2/500

A verdade científica sobre o óleo de coco. Resenha baseada em artigos científicos:

O óleo de coco é um dos poucos alimentos que podem ser classificados como um “superalimento”. Seus benefícios incluem perda de peso, melhoria da função cerebral, saúde da pele e muitos outros benefícios. Este texto foi adaptado de um estudo de literatura feito pelo Dr. Kris Gunnars médico nutricionista. Todos os artigos lidos estão em citações numéricas.

Lembrando que o óleo de coco de que falamos neste texto é o óleo orgânico, extra-virgem e não o refinado, ok?

Óleo de coco contém ácidos graxos com poderosas propriedades medicinais

O óleo de coco foi muito demonizado no passado por ser um óleo que contém gordura saturada. De fato, o óleo de coco é uma das mais ricas fontes de gordura saturada já descoberta pelo homem, com cerca de 90% da sua composição composta por ácidos graxos saturados ( 1 ). No entanto, estudos recentes mostram que as gorduras saturadas são em grande parte inofensivas. Além disso, muitos estudos com centenas de milhares de pessoas não encontraram nenhuma ligação das gorduras saturadas com doenças cardíacas ( 2 ).

O óleo de coco não contém uma gordura saturada comum. Na verdade, ele Triglicerídeos de Cadeia Média (MCTs), que são ácidos graxos de um comprimento médio. A maioria dos ácidos graxos que comemos no dia-a-dia possuem cadeia longa, contudo os ácidos graxos de cadeia média presentes no óleo de coco são metabolizados de forma diferente. Do trato digestivo, eles vão direto para o fígado, onde são usados ​​como uma fonte rápida de energia ou transformado em cetonas, que possui efeitos terapêuticos sobre distúrbios cerebrais como epilepsia e Alzheimer.

As populações que comem muito óleo de coco são saudáveis

O coco é um alimento exótico no mundo ocidental. Entretanto, em algumas partes do mundo, o coco é um aliado na dieta de povos que prosperaram de forma saudável por muitas gerações. O melhor exemplo de tal população são os Tokelauans e Kitavans, que vivem no Pacífico Sul. Eles comem mais de 60% de suas calorias de cocos e são os maiores consumidores de gordura saturada no mundo. Examinados por especialistas, a conclusão foi que toda população possui uma saúde invejável, sem qualquer evidência de doença cardíaca ( 3, 4 ).

O óleo de coco pode ajudá-lo a queimar mais gordura

A obesidade é atualmente um dos maiores problemas de saúde do mundo. Enquanto algumas pessoas pensam que a obesidade é apenas uma questão de calorias, outros acreditam que as fontes dessas calorias também são importantes. É um fato que diferentes alimentos afetam nossos corpos e hormônios de maneiras diferentes. Os triglicerídeos de cadeia média (MCTs) presentes no óleo de coco podem aumentar quantas calorias você queima em comparação com a mesma quantidade de outras gorduras.

Um estudo descobriu os triglicerídeos de cadeia média do óleo de coco foram capazes de aumentar as calorias queimadas em 24 horas em 5%, obviamente, o uso frequente do óleo levará a perda de peso significativa a longo prazo ( 5 , 6, 7 )..

O óleo de coco pode matar microrganismos perigosos

Quase 50% dos ácidos graxos no óleo de coco é o ácido Láurico. Quando digerido, forma uma substância chamada monolaurina. Tanto o ácido láurico quanto a monolaurina podem destruir agentes patogênicos nocivos como bactérias, vírus e fungos. Sua eficácia já foi comprovada na destruição de Staphylococcus aureus, bactéria responsável por doenças graves como pneumonia e sepse, e também da Candida albicans, levedura responsável por infecções fúngicas em humanos ( 8, 9,10 ).

Sua eficácia já foi comprovada na destruição da Candida albicans, levedura responsável por infecções fúngicas em humanos .


O óleo de coco pode reduzir sua fome, ajudando você a comer menos

Uma característica interessante do óleo de coco é que ele pode reduzir sua fome. Isso pode estar relacionado com a forma como os seus ácidos graxos são metabolizados, uma vez que, as cetonas têm efeito redutor do apetite. Em um estudo, quantidades variadas de triglicerídeos de cadeia média e longa foram oferecidas a 6 homens saudáveis. Os homens que ingeriram Triglicerídeos de Cadeia Média, comeram 256 menos calorias por dia ( 11, 12 ).

Isso mostra que a longo prazo, o uso de ácidos graxos de cadeia média poderia ter uma influência dramática sobre o peso corporal ao longo de um período de vários anos ( 13 ).

Quando transformados em cetonas, os ácidos graxos do óleo de coco podem reduzir convulsões

Uma dieta assimetênica (mínimo de carboidratos e muita gordura) está sendo estudada para tratar vários distúrbios. A aplicação terapêutica mais conhecida desta dieta é o tratamento da epilepsia em crianças ( 14). Esta dieta envolve comer muito pouco carboidratos e grandes quantidades de gordura, levando a concentrações muito aumentadas de cetonas no sangue. Por alguma razão, esta dieta pode reduzir drasticamente a taxa de convulsões em crianças epilépticas ( 15 , 16 ).

Agora, os tipos de ácidos graxos presentes no óleo de coco, têm sido usados em pacientes epiléticos afim de induzir a formação das cetonas no fígado.

O óleo de coco pode melhorar os níveis de colesterol no sangue

O óleo de coco contém gorduras saturadas saudáveis. Elas têm o poder de aumentar o colesterol “bom” HDL no organismo, mas também ajudar a converter o colesterol LDL “ruim” em uma forma menos nociva. Desta forma, o óleo de coco também pode melhorar outros fatores de risco e, portanto, proteger contra doenças cardíacas.

Em um estudo em 40 mulheres, o óleo de coco reduziu o colesterol total e LDL enquanto aumentava o HDL comparado ao óleo de soja ( 17 ). Há também estudos com ratos que mostram que o óleo de coco reduz os triglicérides, colesterol total e LDL, aumenta o HDL e melhora os fatores de coagulação do sangue e da capacidade antioxidante ( 18 , 19 ).

O óleo de coco pode servir várias finalidades que não têm nada a ver com alimentação.
O óleo de coco pode “curar” cabelos danificados, hidratar a pele e funcionar como protetor solar

O óleo de coco pode servir várias finalidades que não têm nada a ver com alimentação. Muitas pessoas estão usando-o para fins cosméticos e para melhorar a saúde e a aparência de sua pele e cabelo.

Estudos em indivíduos com pele seca mostram que o óleo de coco pode melhorar o teor de umidade e gordura da pele ( 20 ). O óleo de coco também pode ser muito protetor contra os danos do cabelo e um estudo mostra a eficácia como protetor solar, bloqueando cerca de 20% dos raios ultravioleta do sol ( 21 , 22 ). Há também evidência da sua aplicação como ingrediente de bochechos, para redução do mau hálito ( 23 , 24 , 25 ).

Os ácidos graxos no óleo de coco podem impulsionar a função cerebral em pessoas com Alzheimer

Os pacientes com Alzheimer, parecem ter uma menor capacidade de usar carboidratos para “alimentar” o cérebro. Os pesquisadores especularam que as cetonas podem fornecer uma fonte de energia alternativa para essas células cerebrais doentes e reduzir os sintomas da doença de Alzheimer ( 26, 27 ). Assim, diversos estudos mostram que os ácidos graxos no óleo de coco podem aumentar os níveis sanguíneos de cetonas, fornecendo energia para as células cerebrais de pacientes com Alzheimer e aliviando os sintomas.

O óleo de coco pode ajudá-lo a perder gordura abdominal

O óleo de coco parece ser especialmente eficaz na redução da gordura da barriga, que se aloja na cavidade abdominal e em torno dos órgãos. Esta é a gordura mais perigosa de todos e está altamente associada a muitas doenças crônicas.

Em um estudo realizado em 40 mulheres com obesidade abdominal, suplementar com 30 mL (2 colheres de sopa) de óleo de coco por dia levou a uma redução significativa do IMC e da circunferência da cintura em um período de 12 semanas ( 28 ). Outro estudo em 20 homens obesos observou uma redução na circunferência da cintura de 2,86 cm após 4 semanas de 30 mL (2 colheres de sopa) de óleo de coco por dia ( 29 ). Este número pode não parecer muito impressionante na superfície, mas esteja ciente de que essas pessoas não estão adicionando exercício ou restrição de calorias. Eles estão perdendo quantidades significativas de gordura da barriga simplesmente adicionando óleo de coco para sua dieta.

Benefícios da canela

Previne e controla o diabetes: Um estudo publicado no Journal of Agricultural and Food Chemistry dos Estados Unidos observou que a canela contribuiu para o aumento do metabolismo do açúcar nas células de gordura, o que ajuda na prevenção do diabetes tipo 2 e também de doenças cardiovasculares.

A canela possui cromo. Este nutriente pode aumentar a sensibilidade à insulina, quando isso acontece há um risco maior de a pessoa desenvolver uma resistência à insulina e consequentemente o diabetes.

O cromo também é interessante porque melhora o controle glicêmico, evitando picos de glicemia. Assim, o pâncreas precisa produzir menos insulina, o que evita que os órgãos se tornem resistentes ao hormônio sem que seja preciso mais dessa substância para absorver a mesma quantidade de açúcar, quadro que pode evoluir para diabetes tipo 2.

A especiaria ainda conta com o polifenol MHCP que melhora a ação da insulina nas células, contribuindo para a redução dos níveis de glicose no sangue. Assim, a canela é uma grande aliada no controle do diabetes tipo 2.
Os resultados positivos da canela também foram observados em mulheres com resistência à insulina associada à Síndrome do Ovário Policístico.

Controla o colesterol: Um estudo publicado pela American Diabetes Association, dos Estados Unidos, com 60 pessoas observou que o consumo de canela por 40 dias contribuiu para a diminuição do colesterol total, a redução variou entre 12 e 26%, enquanto do colesterol ruim, LDL, a redução variou de 7 a 27%.

Acredita-se que este benefício ocorra devido às ações antioxidante e anti-inflamatória da canela. Porém, especialistas afirmam que ainda são necessários mais estudos para poder afirmar que a canela de fato contribui para a redução do colesterol.

Controla o triglicérides: O mesmo estudo publicado pela American Diabetes Association, dos Estados Unidos também observou a redução dos níveis de triglicérides, diminuição que variou de 23 a 30%, após 40 dias consumindo a canela. Os altos níveis de triglicérides aumentam os riscos de desenvolver diabetes e doenças coronarianas.

Assim como no caso do colesterol, os especialistas também afirmam que ainda são necessários mais estudos para poder afirmar que a canela de fato contribui para a redução dos níveis de triglicérides.
Combate o resfriado: É interessante consumir a canela quando estiver resfriado. Isto porque ela possui um efeito imunomodulador que contribui para melhorar a resposta do organismo contra o vírus causador de gripes. Então, pode-se dizer que essa especiaria estimula o sistema imunológico.

Contribui para o emagrecimento: A canela contribui para o emagrecimento por ser um alimento termogênico. Isto significa que ela é capaz de aumentar o gasto calórico do organismo durante a digestão e o processo metabólico.

Quer que seu negócio seja a primeira Consultórios em São Paulo?

Clique aqui para requerer seu anúncio patrocinado.

Vídeos (mostrar tudo)

Localização

Categoria

Telefone

Endereço


Rua Itapeva 366, Cj 114
São Paulo, SP
01332-000
Outra Quiropatas em São Paulo (mostrar tudo)
Clínica Dr. Mauricio Hirata Clínica Dr. Mauricio Hirata
Presidente Juscelino Kubitschek, 1455, 4º Andar
São Paulo, 04077-023

Clínica especializada em endocrinologia. Responsável Técnico Dr. Mauricio Hirata.

Quiropraxia Alexandre Zuppo Quiropraxia Alexandre Zuppo
R. Dr. Luiz Migliano, 400 - Morumbi
São Paulo, 05711-000

Sadala Terapias Sadala Terapias
Rua Rio Grande, 139
São Paulo, 04018-000

Descubra caminhos, Revele possibilidades, Ative potencialidades

Espaço Quântico Flor da Vida Espaço Quântico Flor da Vida
Rua Wadih Hatti, 216 Sala 3, Vila Ré
São Paulo, 03666-010

Desenvolvimento do autoconhecimento, expansão da consciência e da reconexão com o Todo, com o objetivo de conquistar uma vida plena e integral.

Quiropraxia sakash*ta Quiropraxia sakash*ta
Largo Ana Rosa, 29, Conj 102
São Paulo, 87705-260

Quiropraxia Especialidade da coluna

Revista Brasileira de Quiropraxia Revista Brasileira de Quiropraxia
Rua Colombus, 82
São Paulo, 05304010

Revista Brasileira de Quiropraxia (Brazilian Journal of Chiropractic)

Quiropraxia Thiago Amorim Quiropraxia Thiago Amorim
São Paulo, 02403-050

O tratamento é todo personalizado. Cada paciente recebe o tratamento e atenção devida para sua dor ou problema, não existe padronização.

Maruta Terapia Oriental Magnética Maruta Terapia Oriental Magnética
Avenida Santa Inês 801, Sala 61
São Paulo, 02415-001

Se você sofre com dores na coluna, conheça nosso método de tratamento sem a utilização de medicamentos. Viver bem é viver sem dor! Sejam bem vindos!

Cura Multidimensional Archturiana, Cura Cármica e Cristais Cura Multidimensional Archturiana, Cura Cármica e Cristais
Brazil
São Paulo, 01310-100

Métodos terapêuticos: Cura Multidimensional Archturiana, Cura Cármica, Os Maias e Cristais.

Qi em Equilibrio Qi em Equilibrio
Rua Cândido Espinheira, 866 - Apto 1 - Perdizes
São Paulo, 05004-000

Meu trabalho está ligado diretamente à área da saúde e bem-estar (físico, emocional, mental e energético), trazendo a harmonia , o equilíbrio e a transformação interior para a vida. Respeito, seriedade, responsabilidade e comprometimento.

Projeto ECO Projeto ECO
Rua Marechal Olímpio Mourão Filho, 92ª.
São Paulo, 05352-080

. http://eSPAco880.net/ . . http://projetoECO.net/ .

Clínica CER Clínica CER
Av. Brigadeiro Luis Antonio, 2.504 - Cj 131 / Jardins
São Paulo, 01401-000

Nossa clínica conta com profissionais altamente especializados: Médicos, Nutricionista, Fisioterapeuta e Farmacêutico, comprometidos com a ética, segurança e a qualidade, visando o seu conforto e bem-estar.